30 de abr de 2009

Twilight


Vi este filme em duas partes pois, sendo um filme de vampiros, seria complicado adormecer (!) sem pensar nos sustos que apanharia. Acontece que Twilight (que significa crepúsculo) acaba por se tornar numa ficção romântica, sem quase aparecer sangue ou mesmo dentes caninos!O britânico Robert Pattinson é Edward, o vampirinho principal, e é, diga-se, apetecível! :) A história gira em torno dele e da sua "família" - um grupo de vampiros "vegetarianos" - e do seu relacionamento com a humana Bella (Kristen Stewart).


A sequela New Moon já está a ser filmada e deve estrear em Novembro deste ano.

School of Rock



Este filme, com o brilhante Jack Black, é uma comédia bem divertida em que um músico falhado se faz passar por professor e acaba por dar uma grande revira-volta na vida de miúdos de 10 anos, alunos de uma escola super exigente.
Cada um acabará por "aprender a sua lição", principalmente o professor-músico, assim como todos os intervenientes nesta "escola de rock".

29 de abr de 2009

Sideways



Sideways leva-nos numa viagem pela paisagem vitivinícola da Califórnia, com Miles (Paul Giamatti) e Jack (Thomas Haden Church - o tio maluco de Smart People) a provar os diferentes vinhos da região e também alguns (dis)sabores da vida.

Com cenas cómicas e caricatas, mas também com situações menos simpáticas, pode-se dizer que este filme mostra um pouco das duas facetas que o álcool traz "ao cimo".

ANGEL-A


Este filme mostra-nos a confusão em que a vida de André (Jamel Debbouze - também o vi em Le fabuleux destin d'Amélie Poulain e Astérix & Obélix: Mission Cléopâtre) se transformou. E tudo devido às mentiras que inventa para se proteger e que acabam por levar a sua vida a ficar "de mal a pior"... até ao dia em que conhece Angel-A (Rie Rasmussen).
Angel-A "cai" do céu e faz com que André se transforme numa pessoa melhor, mas ele acaba também por transformar a vida dela - e de que maneira!
E mais não digo, porque senão perde a graça :)

26 de abr de 2009

Deolinda


Os Deolinda actuaram ao vivo aqui em Hamburgo, também na Fabrik.
Do concerto não podia ter esperado melhor: pouco público (melhor para mim, que pude assistir sem ter de me irritar com os gigantes alemães a meterem-se à minha frente), ambiente acolhedor, sons de guitarras e contrabaixo, uma pitada de encenação, muito humor e... O melhor de tudo, em português.
As músicas são realmente engraçadas. "Traduzem" quase à letra a boa maneira de se viver em Portugal (que eu adoro!!!): desde aquele que decide que é hora de "mudar esta m**** toda" e no dia da manifestação diz: "Vão andando que eu vou lá ter!"; à emigrante brasileira que trabalha numa Casa de Fado e no dia em que decide também ela cantar o fado, nos refrões, se põe a sambar; a menina que namora um rapaz que toca numa filarmónica; etc... Melhor mesmo é comprar o CD e explorar todas as letras. OU, consultar a página do grupo, onde podem ouvir todas as canções.
O grupo em si, é uma ternura...

14 de abr de 2009