22 de abr de 2008

Os vinhos e vinhas de Portugal

Não irei massacrar com conteúdos descritivos. Quero apenas partilhar umas curiosidades de um dos capítulos deste livro, aquele que fala sobre as rolhas de vinho e a cortiça. Provavelmente vocês já sabem o que vou partilhar. Se assim for, apenas ficará registada a minha ignorância, mas aqui vai...
O sobreiro precisa de 25 anos até que se possa tirar a cortiça! Depois desta primeira vez, só 9 anos depois se pode voltar a retirar (entre Junho e Setembro). E mais 9 anos depois (já a árvore tem 43), é que a cortiça terá a qualidade necessária à produção das rolhas para o vinho. E esta, hein?

2 comentários:

Si disse...

Nao sabia que precisava de tantos anos para fazer rolhas! :)
No meu trabalho houve uma apresentacao sobre produtos de cortica e eu estive lá toda orgulhosa por ser do país com maior producao de cortica do mundo! E passaram um vídeo com camaradas alentejanos a tirar a cortica dos sobreiros e tudo! eheh!

Ana disse...

Até já eu leio notícias sobre vinhos:
"O melhor vinho tinto do Mundo, eleito num certame realizado em Paris, o «Vinailes Internacionales 2008», é português.
O «Syrah» de 2005 bateu os três mil vinhos concorrentes, originários de 36 países, numa prova de escolha cega.
Produzido pela casa Ermelinda Freitas, das terras de Fernando Pó, no concelho de Palmela."