24 de jan de 2008

The Kite Runner










The Kite Runner (2007)

Só pela Fotografia já basta ver este filme.
Mas não é só com os olhos que se aprecia The Kite Runner.
A história é bonita e passa-se numa realidade nossa conhecida embora bem longe de nós - e "o que olhos não vêem, o coração não sente"...
Aqui os olhos vêem e o coração sente. E de que maneira!
É a história de dois amigos que vivem no Afeganistão.
A história de dois amigos inseparáveis.
A história de dois amigos separados.

A personagem Baba, pai de Amir, é de uma beleza incrível, em todos os sentidos.

À pergunta "gostaste?", após ver o filme, a minha resposta foram lágrimas.
Lágrimas pela beleza. Lágrimas pela injustiça. Lágrimas.

Vale a pena. A não perder!

2 comentários:

Anônimo disse...

e depois?
o resto?
morrem? n morrem?
ficam amigos? separam-se?
felizes? + - felizes?

aqui fica a minha reivindicação:
já basta a vida incerta..
n saber o dia d amanhã..
a vida cheia d interrogações..

poderíamos ter 1 alínea onde se comente o final do livro/filme?

gostaria d saber quem é q inventou,
q a história perde o interesse qd sabemos o final!
pois eu lembro-me d ouvir histórias repetidas aos meus avós, pais, irmãos, amigos e ficar sp deliciado! e vejo todos os q m rodeiam a deliciarem-se d = modo! mas n s devem dar conta d tal, pois mal s fala em fimes /livros, dizem logo:
n m contes o final!
ass: super anónimo

Si disse...

The Kite Runner: acabei de descobrir que o nome em portugues é "O Menino de Cabul". E já está nas salas de cinema portuguesas!