10 de ago de 2009

Publicações Artistas Unidos



Escolhi esta imagem de entre tantas publicações saídas ao prelo pelos Artistas Unidos porque o tenho e porque me recordo perfeitamente de ter visto a peça do meio entre as três. Sempre admirei o trabalho deste colectivo de actores lisboetas que aliam esta aventura editorial dos Livrinhos de Teatro a uma produção contínua, profícua e dinâmica seja desde a sua sede ainda emprestada na Graça, o Convento das Mónicas ou a partir de gravitações mais ou menos intermitentes pela Malaposta, pelo IFP ou outros - enquanto não voltam de justiça para a sua natural e anterior sede no Teatro Paulo Claro no Edifício Capital ao Bairro Alto.

Sei que já se removeram bastantes barricadas quanto a isso e se quiserem saber mais da polémica e das sugestões para a recuperação e reconversão do edifício pelo Arqto Pedro Maurício Borges espreitem o site.
Enquanto isso desfrutem das peças e acompanhem-nas com a leitura destes livretos de bolso que se encontram na pequena livraria na entrada no Convento das Mónicas.

Lidos e vistos de Jean Luc Lagarce (Music Hall e As Regras da Arte de Bem Viver na Sociedade Moderna) no Instituto Franco-Português

Lido e visto de Juan Mayorga (Hamelin) no Convento das Mónicas

Ambas as peças e publicações pelos Artistas Unidos.
AU > http://www.artistasunidos.pt

2 comentários:

Si disse...

Parece que em Lx há várias "lutas" para se fazer justiça quanto à ocupação de edifícios ligados à cultura. Que ganhe quem merece!

rafa disse...

ui, um montão!

ele a interferência da igreja no palco oriental, o defunto grémio, o desmancho do crewhassan, a mudança do guilherme cossoul, a persistência sobre o lusitano e sobre o ondajazz, as pressões perniciosas sobre o bairro alto, tantas tantas coisas!