26 de mai de 2008

INDIANA JONES E O REINO DA CAVEIRA DE CRISTAL

Este novo Indiana Jones que serve de fecho à saga clássica (será mesmo o capítulo final?) que mudou a história do cinema, das primeiras obras blockbusters da geração dos movie brats - Spielberg + Lucas é um exagero no uso dos efeitos especiais e uma colagem a muita coisa que foi feita entretanto - reconheço aqui os odiosos Múmia 2 e a decadente última série e filme dos Ficheiros Sescretos.

Diverti-me a ver o filme, é verdade, mas perto do fim estava já tão farto de tudo e tudo era tão já mais que visto que já olhava para o relógio vezes seguidas, sinal manifesto de que estava a ser comido pela monotonia. O filme é pejado de referências aos filmes anteriores - detalhe bom para os seguidores, mas entremeia a descoberta do filho do explorador para terminar com um casamento! Indy pode ter um filho, mas casar-se? Um aventureiro não assenta!

Foi uma sessão morna quando se esperava mais e sugiro que o vejam se gostarem realmente do herói - mas preparem-se para o ver mais lento em corpo de duplo.

http://www.indianajones.com/site/index.html

Visto do Saldanha Residence, ao Saldanha, LX

2 comentários:

disse...

Pois... Às vezes ir tentar copiar ou continuar algo já antigo e fazer como se fosse novo, dá numa pequena desilusão...

Si disse...

Fui ver ontem!
Gostei, embora nao tenha visto tudo, pq estive muito tempo com maos `a frente dos olhos - nao me apetecia ter pesadelos depois! :)
Rafa, só a meio do filme me lembrei do que tinhas escrito aqui, mas antes já me tinha passado pela cabeca que o rapaz fosse filho dele.
Gostei imenso de ver a Cate Blanchet naquela personagem! O sotaque está fantástico! [pena é que eu n tenha entendido metade do q falou, precisamente por causa disso!!]